Casa geminada ganha fachada inteiramente nova

A reforma incluiu: o reforço das sapatas, a troca do piso e das esquadrias, a construção do terraço, a refação do telhado e a colocação dos tijolos

O sobradinho geminado, apesar da pintura amarela, passava despercebido no condomínio em que se localiza, em São Paulo. Isso até o proprietário, Peterson Kleim, decidir encarar a obra pesada, adiada por 14 anos, que mudou completamente o visual do lar onde vive com a família. Foram três meses de trabalho, que incluiu: o reforço das sapatas, a troca do piso e das esquadrias, a ampliação dos quartos, a construção do terraço, a refação do telhado e a colocação dos tijolos. A mudança foi tamanha que a impressão é de que a frente de 5 m cresceu. “Finalmente, o projeto tem personalidade e se destaca”, festeja.

Casa geminada ganha fachada inteiramente nova

(Luis Gomes/Minha Casa)

Cuidados com a estética e, claro, com a estrutura

– “Tudo começou com a consulta a um engenheiro, que fez todos os cálculos”, esclarece Peter. Foi preciso mexer nas sapatas, construir colunas de sustentação e vigas para receberem as novas cargas.

– As telhas de fibrocimento saíram de cena para a entrada da laje, que permitiu o avanço dos dormitórios e a projeção do terraço de 12 m².

– O telhado teve de ser ajustado, acompanhando a movimentação. O morador aproveitou que estava com a mão na massa e trocou todas as peças cerâmicas.

– Materiais rústicos definem o estilo da fachada: janelas de madeira, piso de pedra e, para as paredes, tijolinho e textura na cor vinho.

– Mesmo com a laje erguida acima da entrada, a iluminação não foi prejudicada graças a duas aberturas feitas no muro que divide a garagem com a da vizinha.

– Como a casa fica em um condomínio fechado, o portão foi dispensado.

– O valor da mão de obra não foi tão alto porque se diluiu em reformas feitas em outros cômodos.

Casa geminada ganha fachada inteiramente nova

(Luis Gomes/Minha Casa)

Quanto custou? R$ 27425

– Telhas cerâmicas: coloniais brancas (48 x 20 x 15 cm*), Brasil Telhas, R$ 5625.

– Portas e janelas: duas portas-balcão de 1,20 x 2,15 m (R$ 510 cada), vitrô guilhotina de 2,50 x 1,50 m (R$ 990) e porta dupla (1,30 x 2,15 m) com grade (R$ 1550). De cedro. Provimad.

– Tijolos: cor palha. Olaria Spina, R$ 2225.

– Piso de Pedra: Miracema. Leroy Merlin, R$ 647,50.

– Gel para textura: da Coral, ref. 09YR 05/305. Tintas MC, R$ 68 (3,3 kg).

– Guarda-corpo: Leo Madeiras, R$ 300.

– Mão de obra e materiais diversos: R$ 15000.

*largura x profundidade x altura. Preços pesquisados entre 12 e 14 de maio de 2014, sujeitos a alteração.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s