Com planejamento cozinha é reformada em apenas um mês

Obra concluída em um mês, sem estourar o orçamento e sem qualquer dor de cabeça. Parece impossível, mas a reforma da cozinha da designer de interiores Rubyane Borba e do fotógrafo Eládio Ferreira, de Recife, foi exatamente assim

“O segredo? Dois meses de planejamento”, revelam. Durante esse período, eles estudaram a área, buscaram ideias, esboçaram projetos, pesquisaram materiais e puseram os gastos na ponta do lápis. Só então deram início à transformação, com muita tinta, renovação de móveis, troca de azulejos… “Agora nos vemos refletidos em cada canto. Amamos cozinhar, e nossa vivência aqui ficou mais frequente e prazerosa”, conta Ruby.

Agilidade, economia e muita beleza

❚ O revestimento das paredes era um problema: a pintura epóxi que cobria os azulejos antiquados estava descascando. Para resolver a questão de vez, o casal tirou a cerâmica de cena, preenchendo tudo com massa acrílica. “Deu trabalho lixar as superfícies para conquistar o acabamento lisinho”, diz Ruby. Apenas meia parede da pia e do fogão ganhou os charmosos azulejos retangulares conhecidos como tiles. O assentamento das peças foi a única fase que exigiu ajuda profissional.  

❚ Para poupar tempo e dinheiro, o gabinete de alvenaria sob a pia foi preservado e teve as portas trocadas por versões de acrílico vermelho. Já o armário superior deu lugar a um módulo semiaberto com portas de correr turquesa.  

❚ ”Eu queria uma lousa na cozinha, mas o Eládio não topava uma parede preta. Aproveitei então a viga da lavanderia e, de quebra, valorizei a estrutura”, conta a moça.

Mais cor, por favor!

❚ Munidos de pincéis e tintas coloridas, Ruby e Eládio deram vida à ambientação. “Elegemos como protagonista o turquesa, que é minha cor preferida. Aí, inserimos amarelo e coral rebaixado para alegrar e adocicar, além de pitadas de vermelho para aquecer. Pensar na paleta é difícil e às vezes temos medo de ousar, mas, sabendo equilibrar os tons, o resultado fica incrível”, ressalta a designer. 

❚ O bufê antigo nem parece o mesmo depois da reforma realizada por Ruby, que aplicou massa para cobrir pequenas imperfeições, lixou e pintou o móvel com esmalte. E, como os detalhes fazem a diferença, a moça trocou os pés de alumínio por peças de ferro, e os puxadores básicos, por modelos redondinhos de acrílico. Acima do móvel, instalou uma barra com ganchos que deixam utensílios à mão. “Eles merecem ficar expostos! Não gosto de cozinhas encaixotadas”, afirma. 

❚ Para arrematar a composição da parede azul, nada melhor do que uma exposição das obras do fotógrafo da casa. Estas foram feitas para a loja virtual da Urban Arts. 

❚ A estante amarela foi desenhada pela própria moradora, que encomendou a execução a um ferreiro de Recife.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s