Cozinha integrada em estilo europeu

Em Porto Alegre, o casal formado por uma brasileira e um sul-africano uniu a cozinha à sala, conferindo um jeito bem europeu

Ao bater na porta do escritório Red Studio, a funcionária pública Denise Oliveira e o consultor de TI Conrad Meyer sabiam o que desejavam para seu apartamento em Porto Alegre. A paulistana e o sul-africano – que mora no Brasil há quatro anos – queriam reformar a cozinha de 7,20 m², imprimindo no espaço um jeitão mais europeu. “Gostamos do visual de armazém, mas acrescido de toques modernos”, declara Denise. O desafio proposto empolgou a arquiteta gaúcha Thais Lenzi Bressiani, que, junto com os clientes, pesquisou referências e materiais de fora, a exemplo dos puxadores em concha e do revestimento cerâmico retangular. Como a cozinha uniu-se à área social, as mudanças respingaram no estar e no jantar, que ganharam novidades pontuais, porém cheias de personalidade.

Cozinha integrada em estilo europeu

(Ricardo Jaeger (RS)/Minha Casa)

Com a integração da cozinha à sala, o casal ganhou uma bancada de teca, que ora serve para tomar o café da manhã, ora vira apoio para o ambiente principal de refeições. Três pendentes metálicos, parecidos com a cúpula do jantar, iluminam o cantinho.

O casal fazia questão de usar puxadores em concha, que a arquiteta incorporou aos armários. O balcão com pintura do tipo microtextura (ref. K031, da Sayerlack), que imita laminado, exibe portas e gavetas com molduras, linguagem repetida no módulo suspenso. Na base deste, três lâmpadas halopin bipino iluminam o tampo de granito preto são gabriel.

Cozinha integrada em estilo europeu

(Ricardo Jaeger (RS)/Minha Casa)

Thais chama a atenção para o diálogo entre os elementos: “No teto, a calha retangular com lâmpada fluorescente segue a linearidade da marcenaria”. No chão, a cerâmica que lembra ladrilhos hidráulicos avança até a lavanderia. Tinta branca cobriu as esquadrias entre os ambientes. Placas cerâmicas brancas contribuem para a aparência gringa tão perseguida.

Cozinha integrada em estilo europeu

(Ricardo Jaeger (RS)/Minha Casa)

O sofá mudou de posição e de roupagem: o couro ecológico marrom deu lugar à camurça cinza-chumbo.

Cozinha integrada em estilo europeu

(Ricardo Jaeger (RS)/Minha Casa)

A parede destacou-se graças a um papel estampado: “O desenho é marcante, mas, como os tons são suaves, o revestimento não destoa”, avalia a arquiteta.

Cozinha integrada em estilo europeu

(Ricardo Jaeger (RS)/Minha Casa)

A mesa se manteve, agora acompanhada de quatro novas cadeiras. “Receei exagerar com os assentos amarelos e outros elementos impactantes, porém o conjunto ficou ótimo”, diz Denise.

Cozinha integrada em estilo europeu

(Alice Campoy/Minha Casa)

O corte (1) na divisória da cozinha permitiu que esse cômodo se beneficiasse da claridade vinda da janela (2) do jantar. Um tampo triangular (3) arremata o balcão. A TV não é prioridade para os moradores, que preferiram deixar de ter o sofá de frente para ela a fim de encostar o móvel na lateral e melhorar a circulação no ambiente.

Quanto custou? R$ 25423

– Bancada da pia: de granito preto são gabriel, com 3,35 x 0,62 x 0,04 m* e frontão de 19 cm. Cornelius, R$ 2150.

– Móveis de MDF: bancada, armário suspenso, balcão (3,35 x 0,62 x 0,71 m), prateleiras e quadro-negro. Móveis Schuster, R$ 9136.

– Puxadores: doze peças do tipo concha. Rhovi, R$ 120.

– Luminárias: plafon embutido de 90 x 17 cm (R$ 380) e três pendentes Vintage (R$ 879), da TYG. Luzes do Mundo.

– Misturador: linha Trio, da Docol. Elevato, R$ 234,78.

– Revestimento cerâmico: 8 m² do Metro white (20 x 10 cm), da Eliane. Elevato, R$ 399,20.

– Piso estampado: 12,50 m² do modelo Cáspio (56 x 56 cm), da linha Ladrilhos, da Ceusa. Cassol Centerlar, R$ 1255.

– Papel de parede: dois rolos de Versatile 4201, já instalados. Alabastro, R$ 740.

– Refoma do sofá: tecido de 13,60 m de supersuede cor 14 (Alabastro, R$ 1033). Mão de obra: Estofaria Imperial, R$ 600.

– Cadeiras: duas Petit (Fernando Jaeger, R$ 299 cada, em promoção) e duas peças amarelas Uma (Oppa , R$ 199 cada).

– Mão de obra: Eixo Engenharia, R$ 7500.

*largura x profundidade x altura. Preços pesquisados entre 5 e 22 de abril de 2013, sujeitos a alteração.

Veja também
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s