Reforma fez o banheiro pequeno parecer maior

Sempre adiada, a reforma do banheiro de 2,40m², enfim, aconteceu. Em três semanas, a área ficou tão mais iluminada e funcional que parece maior.

É em Itu, SP, que vivem Michele Alcalá e Luis Henrique Barbosa. Morando em um apartamento trintão, a farmacêutica e o administrador não escaparam de mexer em cozinha, sala e quarto. “Já as mudanças no banheiro sempre ficaram em segundo plano, apesar de necessárias”, conta a moça. Até que finalmente chegou tão esperada reforma, encomendada à arquiteta Lucilla Almeida. “Com base no gosto deles, sugeri revestimentos claros, um móvel de madeira e outros pontos de luz, que ampliam visualmente o espaço”, diz Lucilla. O resultado encantou o casal, que faz questão de exibir a área repaginada. “Sirvo bastante água para as visitas terem de ir ao banheiro”, brinca Michele.

A torneira da pia é outra que mudou de posição. Ela era de mesa, no entanto, ao ser deslocada para a parede antes que se fizesse o nivelamento das superfícies, abriu espaço na bancadinha nova.

Um gracioso móvel de peroba-rosa de demolição (50 x 40 x 70 cm*), desenhado sob medida para caber ao lado do vaso sanitário, substituiu a pia de porcelana. Com 2 cm de espessura, o tampo de nanoglass – material à base de pó de mármore, vidro e aglutinante – recebeu uma cuba de apoio (Celite), que preserva centímetros indispensáveis para a saboneteira e outros acessórios.

Fotos Marcos Lima

Ao retirar os revestimentos, o empreiteiro notou que o contrapiso estava solto e precisaria ser refeito. Na sequência, impermeabilizaram-se o piso e as paredes dentro do boxe. Pode acreditar: com alterações mínimas na hidráulica, a área reduzida rendeu bem mais! O registro, por exemplo, ficava a 1,70 m do chão, ao lado do espelho. Agora, aproximou-se do boxe e está 50 cm mais alto. “Liberando essa parte da parede, deu para instalar um suporte com apoio e toalheiro”, afirma a autora do projeto.

Fotos Marcos Lima

A iluminação principal vem de dois pontos embutidos no teto de gesso. “Acrescentei uma arandela acima do espelho, para dar charme e clarear ainda mais”, conta Lucilla. O chuveiro com fiação elétrica aparente foi aposentado. Agora, quem responde pelo banho é uma potente ducha com quatro ajustes de temperatura. Para arrematar a faixa de ladrilhos hidráulicos, a arquiteta usou filetes de nanoglass, mesmo material da bancada e do nicho na área de banho, que acomoda itens de higiene.

 

Fotos Marcos Lima

Planta – 2,40 m²

Louças e chuveiro permaneceram nos pontos originais, porém foram trocados por novos, assim como os revestimentos. Lucilla só não alterou o boxe de vidro e alumínio e a porta de madeira pintada de esmalte sintético branco.

Ilustração Alice Campoy

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s