Veja como dar mais sofisticação e cor no canto do jantar

Uma boa demão de tinta aqui, espelhos ali, um novo jogo de cadeiras, um lustre com cristais e, voilà, o ambiente se valorizou!

Essas mudanças pontuais e de efeito deram personalidade ao jantar, integrado ao estar e à cozinha, do apê zero-quilômetro da engenheira eletricista Dianne e do marido, o também engenheiro Rafael Calado, de Florianópolis. Aí, foi só incrementar a decoração com itens garimpados sem pressa pelo casal. “O trabalho durou nove meses e nasceu com a carinha que a gente sempre sonhou”, brinca a moça.

Uma bela transformação com recursos simples e gastos na ponta do lápis

❚ A parede da entrada e uma das laterais se destacam com uma pintura cinza discreta, porém marcante. “Queríamos fugir do branco e obter um clima moderno. O tom puxa levemente para o rosa, e a proposta ficou romântica também”, comemora Dianne. Dois quadros  com fotos compradas  em uma feirinha de rua dão um toque especial.

❚ Contrastando com a nova tonalidade, foi aplicado um rodateto branco. O que parecem molduras de gesso são réguas de EVA fixadas por eles mesmos com adesivo de contato – com essa solução, a engenheira calcula uma economia  de mais de 50%.

❚ O velho truque do espelho para ampliar visualmente os espaços foi uma boa alternativa.  O desejo dos moradores era um painel de 1,60 m de largura, do piso ao teto, mas a medida não era indicada para a confecção de uma peça única. A saída foi instalar três faixas horizontais idênticas (1,60 x 0,81 m).

❚ Herança do antigo endereço do casal, a mesa com base de madeira maciça só teve o tampo trocado – agora um pouco maior, com 1,30 x 1,10 m.

❚ Já as velhas cadeiras perderam o posto para modelos de madeira com estofamento de veludo azul. “Nos apaixonamos por elas logo de cara. Acho que esse acabamento imprime um ar mais requintado”, explica Dianne.

❚ O toque final ficou por conta do lustre, última peça arrematada. “Demorei muito tempo para encontrar a luminária perfeita. Queria algo com cristais, mas os preços não eram nada razoáveis.  A sorte foi que achei essa em promoção”, lembra. Como o ponto de luz não estava alinhado com o centro da mesa, foi preciso usar um desviador no teto.

Antes:

Depois: 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s