Apartamento de 27 m² com ambientes integrados

Para conquistar mais conforto, o projeto fez render a área levando em conta o estilo de vida descontraído dos moradores

Vida leve em 27 metros quadrados

(Fotos: André Nazareth/Minha Casa)

O casal paulista usa este imóvel no Rio de Janeiro apenas nos fins de semana. Para conquistar mais conforto, o projeto fez render a área levando em conta o estilo de vida descontraído dos moradores – e sem deixar de lado o visual impecável

(Fotos: André Nazareth/Minha Casa)

Foram dez anos suportando o aperto – afinal, o apê serve de base durante temporadas breves para curtir os encantos da Cidade Maravilhosa. Até que os proprietários decidiram investir em melhorias. Convocadas, a designer Marcella Bacellar e a arquiteta Renata Lemos promoveram a integração total – inclusive do quarto, que conta com portas de correr que se abrem quase completamente, permitindo que a janela do cômodo banhe todo o imóvel de luz natural. “Como não havia necessidade de cozinha nem de armários grandes, privilegiamos a área de convívio com boa circulação”, explica Renata.

Tudo prático e lindo

(Fotos: André Nazareth/Minha Casa)

Apesar de compacta, a cozinha salta aos olhos, graças ao acabamento azul dos armários e da bancada da pia, feita de silestone.

(Fotos: André Nazareth/Minha Casa)

Em prol da circulação, o casal abriu mão até mesmo da mesa de jantar. Eles fazem as refeições no balcão americano – revestido de laminado com padrão amadeirado, ele conta com espaço de armazenamento sob a bancada.

(Fotos: André Nazareth/Minha Casa)

A superfície de madeira ripada oculta a porta do banheiro, cujo destaque é a cerâmica que imita ladrilho hidráulico no piso (Palau Celeste, 20 x 20 cm, da linha 1900, da Colormix. Leroy Merlin, R$ 10,59 a peça).

Soluções para ampliar

(Fotos: André Nazareth/Minha Casa)

Com exceção do banheiro, o restante do apê recebeu o mesmo porcelanato com aparência de cimento (Portland HD SGR, 90 x 90 cm, da Portinari. C&C, R$ 119,90 o m²) no piso, criando unidade visual.

No quarto, o espelho na porta do armário é um truque certeiro para dar sensação de amplitude.

(Fotos: André Nazareth/Minha Casa)

A cabeceira de madeira cumaru é uma atração à parte. No trecho inferior, ela se prolonga, formando uma mesinha; no superior, em conjunto com o nicho escavado na parede, forma uma prateleira.

*Preços pesquisados em fevereiro de 2017, sujeitos a alteração.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Fernando Autor

    GOSTARIA DE TER A SUA VISITA NESTE BLOG
    Blog de Mensagem de Aniversário

    Curtir