Apê completo em 14 m²

Pode não parecer, mas neste espaço cabem dormitório com duas camas, sala de estar com sofá e TV, cozinha, sala de jantar, banheiro e até home office. Veja

 

Embora o tamanho do desafio fosse inversamente proporcional ao do imóvel, a arquiteta Consuelo Jorge não titubeou. “Foi muito complexo, mas também recompensador e emocionante demonstrar que é possível, sim, viver em catorze metros quadrados – e bem!”, declara a profissional, que projetou o apartamento modelo para um empreendimento da construtora Vitacon na região central de São Paulo. É verdade que ultracompactos como este têm um público específico, interessado sobretudo em localização, funcionalidade e estilo de vida, mas, para a maioria, o que interessa são as soluções que fazem a metragem render.

(Luis Gomes/Minha Casa)

O formato sala oferece conforto

(Luis Gomes/Minha Casa)

º Grande trunfo do projeto, a marcenaria, toda executada com placas de MDP (Masisa), inclui a peça com acabamento em padrão carvalho, que embute sofá-cama, armários e nichos acomodando objetos decorativos e equipamentos – entre eles, um compacto projetor que lança imagens na superfície branca oposta, substituindo a TV.

º Bem ao lado, a pia do banheiro conta com compartimento lateral e gabinete para guardar itens de higiene. Vaso e chuveiro ficam isolados por uma porta espelhada.

Opções no formato dormitório

º A superfície branca também embute um leito, que pode ser usado como cama de solteiro ou se juntar ao sofá-cama para formar uma de casal. Isso porque essa “parede” é, na verdade, uma estrutura móvel. “Ela corre sobre trilhos no teto e possui rodas embaixo. Pesa 400 kg, o bastante para garantir a estabilidade sem uso de travas. Ao mesmo tempo, pode ser movimentada por qualquer pessoa”, garante Consuelo.

(Luis Gomes/Minha Casa)

º Quando não estão em uso, almofadas e roupa de cama moram nos armários.

(Luis Gomes/Minha Casa)

Refeição e trabalho têm vez

(Luis Gomes/Minha Casa)

º Com os leitos recolhidos e a estrutura móvel encostada na superfície do sofá-cama, revelam-se as outras configurações possíveis – junto à bancada da cozinha, a marcenaria integra mesa de jantar e nichos que guardam as banquetas; no lado oposto, fica o home office.

º A iluminação nesse trecho consiste em fitas de LED embutidas, de modo a deixar o teto livre para a estrutura móvel correr. “Perto da cozinha e do banheiro, onde não há impedimento, foram usadas dicroicas”, aponta a arquiteta.

(Luis Gomes/Minha Casa)

Porta-treco e nichos ajudam a deixar o home office organizado.

A bancada da cozinha inclui pia e cooktop.

(Luis Gomes/Minha Casa)

Coube uma TV de verdade no espaço entre a mesa e a cozinha!

(Luis Gomes/Minha Casa)

Mais marcenaria esperta: a bancada da pia se converte em aparador, e o gabinete acomoda frigobar e micro-ondas.

(Ilustração Alice Campoy/Minha Casa)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s