Na varanda gourmet teve até espaço para uma hortinha

Veja uma decoração caprichada, que tem um quê de provençal e de quintal da vovó, com direito a flores e temperos frescos

Tomar café da manhã na varanda, receber ali os amigos e a família para um chá da tarde ou um churrasco, cultivar um jardim de hortaliças… Todo esse deleite em uma área de 2,30 x 3,60 m, similar à dos terraços gourmet entregues pelas construtoras dos novos empreendimentos. Com essa proposta, a pedido de Minhacasa, a paisagista paulistana Gigi Botelho e a repórter visual Eliana Medina deram vida ao projeto que você confere agora. A distribuição bem pensada  e a decoração afetiva e cheia de frescor deixaram o ambiente pra lá de doce e convidativo.

(Luis Gomes/Minha Casa)

A horta vai aparafusada na parede, em vasos próprios para esse fim. De cerâmica e com pratos acoplados, as peças

(Luis Gomes/Minha Casa)

 Mistura boa de estilos

– O estilo provençal e as cores delicadas permeiam todo o projeto. Entretanto, o resultado ficou ainda mais interessante com a inserção de outras referências. “Para deixar a varanda com cara de casa de vó, busquei inspiração nas fazendas coloniais do interior do Brasil. De lá, tirei as ideias do azul e do branco como protagonistas, e também de criar uma moldura de revestimentos estampados no piso, remetendo aos ladrilhos hidráulicos”, detalha  Gigi. Para economizar,  a repórter visual sugeriu uma cerâmica que imita  os ladrilhos originais.  O efeito é bem parecido  e o bolso agradece!

(Luis Gomes/Minha Casa)

– Também se faz presente um ar moderno, principalmente no mobiliário personalizado: diferentes tonalidades de azul foram usadas para  tingir um par de cadeiras e o gabinete da pia – essa peça, além da tinta, recebeu molduras nas portas e charmosos puxadores.

– Como contraponto às peças de desenho reto,  a mesa redonda laqueada exibe traços mais antiguinhos. O formato  foi eleito para otimizar  o espaço, e o móvel é um curinga: possui tampo extensor que, quando aberto, comporta até seis pessoas.

(Luis Gomes/Minha Casa)

– Em qualquer estação do ano é possível aproveitar o terraço.  O sistema de fechamento com vidros deslizantes barra o vento e a chuva e ainda permite a abertura completa do vão em dias de sol – as folhas giram 90º no próprio eixo e se recolhem em uma das laterais.

– A alvenaria externa da churrasqueira pré-moldada, modelo geralmente entregue pelas construtoras, foi coberta com pintura acrílica, que pode ser usada em superfícies que atinjam temperaturas de até 50ºC.

Céu salpicado de estrelas coloridas

(Ilustração/Minha Casa)

– O azul dá as cartas sem deixar o visual monótono – repare que ele foi explorado em diversas nuances, de um claro pastel ao marinho quase preto.

– Sobre a base branca, pitadas de rosa e amarelo fazem toda a diferença – são elas as responsáveis pelo toque feminino e alegre na ambientação.

Layout sem segredos

(Ilustração Alice Campoy/Minha Casa)

– De um lado fica o espaço gourmet, com churrasqueira (1) e pia (2), e do outro, o canto de jardinagem. Nos dois casos, foi preciso preservar boa área livre de circulação, garantindo conforto ao preparar os alimentos e cuidar das plantas. Os vasos de chão (3) ficam no canto oposto à janela, para não atrapalhar a abertura da esquadria.

Jardim de apartamento

(Luis Gomes/Minha Casa)

– No lado oposto ao da churrasqueira, afastado do calor, foi montado o canto de paisagismo. No piso, apoiam-se os vasos maiores, com repolho ornamental, alecrim, limão siciliano e lima-da-pérsia, espécies que precisam de mais espaço para se desenvolver. Gigi elegeu peças cerâmicas com três medidas diferentes, que se encheram de bossa com a pintura amarela da borda, feita por Eliana com tinta acrílica fosca (Lagos, ref. LKS 0221, da Lukscolor).

(Luis Gomes/Minha Casa)

– Acima desse conjunto, Gigi pendurou a horta em vasos de parede, que possuem o verso achatado e furo, próprios para a instalação com buchas e parafusos. Aqui também tem arte da repórter visual: ela tingiu as cerâmicas com esmalte (Adel, ref. LKS 1790, da Lukscolor), para poder fazer anotações com com giz escolar. Entre as hortaliças, estão coentro, salsa, erva-doce, hortelã, arruda, manjericão e tomate. “A rega deve ser individual. Fique atento para manter sempre a terra úmida”, ensina  a engenheira agrônoma Angela Cristina Rossi.

– Para copiar o arranjo, meça um dos vasos, estipule quantos serão usados e faça as marcações a lápis na parede. Respeite os espaços para o crescimento vertical de cada espécie – aqui, foram deixados 30 cm. Para facilitar o planejamento, trace um retângulo imaginário e marque o centro dele, onde será pregado o primeiro. A partir dele, anote os demais, mantendo a mesma distância uns dos outros.

(Luis Gomes/Minha Casa)

– Uma estante baixa apoia itens de decoração e é uma boa saída para deixar as ferramentas de jardinagem à mão. Sobre ela e nas prateleiras da pia, há ainda mais vasos, com flores e pimenteiras que colorem a ambientação.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s