Um sonho de lavanderia

No apartamento da família capixaba, essa área dobrou de tamanho, ficou mais arrumada e segura. Um espaço pequeno como a lavanderia exige muito planejamento! Aprenda também a organizar este espaço.

Na lista dos ambientes a serem reformados, a área de serviço costuma ficar por último – e isso quando sobra verba! Mas o espaço de apenas 2 m² da pedagoga Andreia Pereira de Almeida, de Vitória, gritava por socorro. “Há um ano, vim morar com o Bruno e nossa filha de 2 anos neste apartamento de 96 m² que ganhamos do meu sogro”, conta. “A lavanderia era apertada demais. Não tinha como fixar prateleiras nem deixar os produtos de limpeza fora do alcance da Isadora”, relembra a moça, que se espremia entre o tanque, a lavadora e o banheiro de empregada.  Em duas semanas, o banheiro foi integrado à área de serviço no projeto do arquiteto Rodrigo Martinelli, fazendo o espaço dobrar de tamanho. A marcenaria planejada aproveitou cada canto, e o novo revestimento em uma das paredes fez a diferença no visual.

• Sai o banheiro e entram em cena prateleiras e armários, melhores amigos da organização. As primeiras, presas com o chamado suporte invisível, deixam à mão itens de uso corriqueiro, acomodados em cestos de fibra. Repare no jeito charmoso de guardar os pregadores: dentro de cachepôs (à esq., na foto), eles parecem plantas em vasinhos. Já o módulo inferior, com uma divisão interna, abriga baldes e eletroportáteis.

• Na situação antiga, a divisória entre lavanderia e banheiro dificultava a movimentação. Com a sua retirada, ganhou-se amplitude.

• “Mantive a cerâmica branca, com exceção de uma parede: a de frente para a cozinha recebeu pastilhas de porcelana em tons de verde”, conta Rodrigo Martinelli.

• O novo tanque, maior, ganhou uma torneira mais curta. Nada de respingos!

• Prateleiras eram aquilo de que Andreia precisava para deixar os produtos de limpeza longe de Isadora. “Caixas concentram os itens, facilitando o transporte”, explica o arquiteto.

• Nos gavetões com corrediças telescópicas, que permitem maior abertura, há lugar para separar as roupas sujas e as peças para passar. O cabideiro auxilia na segunda tarefa, já que agora é possível abrir a tábua ali mesmo.

• Armários completam o milagre da multiplicação do espaço: tudo organizado e visualmente limpo.

Raio X do projeto

• A parede do banheiro veio abaixo, fazendo o ambiente somar 4 m². Com isso, facilitou-se a circulação na área, que agora é completamente banhada pela claridade natural.

Marcenaria inteligente garante a ordem

• Depois que o banheiro foi eliminado, os apetrechos passaram para dentro dos armários planejados, única forma de obter o aproveitamento máximo da área. Vassoura, escada e tábua de passar ficam escondidas na despensa, enquanto itens menores têm seu lugar em um suporte interno.

• Já o cantinho de formato irregular ao lado da lavadora foi ocupado com um módulo mais baixo, decorado com elefantinhos de tecido.

• “Ao integrar os ambientes, tivemos de nivelar o piso para dar unidade. Conseguimos a cerâmica com o responsável pela obra do prédio e economizamos nessa parte”, diz Rodrigo. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s