Quintal inspirado no estilo toscano

Só de olhar, dá para entender por que os moradores consideram este refúgio verde o lugar mais gostoso da casa, localizada em São Paulo. O ambiente soma um paisagismo cuidadosamente cultivado pelos donos do pedaço e um canto de churrasqueira que faz a alegria dos amigos.

A não ser que esteja chovendo, é aqui que o casal recebe as visitas. “E mesmo quando estamos só nós dois, acabamos usando mais essa área do que nossa sala de estar”, conta a atriz e locutora Verônica Menezes. Mas nem sempre foi assim: quando ela se mudou para a casa do marido, o músico Ronaldo Lobo, esta área de 20 m² era toda cimentada e tinha apenas um pé de acerola. Decididos a aproveitar o potencial do espaço, os moradores investiram na transformação. “Nos inspiramos no estilo toscano, com tijolinhos, móveis rústicos e plantas. O que ganhamos em qualidade de vida não tem preço!”, comemora Verônica.

Mão na massa e inovação

° Adepta do faça você mesmo, Verônica arrancou o reboco da parede para achar os desejados tijolos. “Aí, pedi ao pedreiro uma moldura com grafiato, dando acabamento no entorno da área descascada”, diz.

° O arranjo acima do banco de demolição (de peroba-rosa. Moinho Velho) também é arte dela: os bichinhos são antigos porta-copos, e as estruturas de ferro eram de um artesão, tio de Ronaldo.

° No piso, diferentes lajotas terracota dão ainda mais personalidade à ambientação.

Prazer em cuidar e receber

° “Toda a distribuição do espaço partiu do pé de acerola, para que nada atrapalhasse seu crescimento”, revela a moça. E a árvore logo ganhou companhia. “Eu não tinha muita experiência com plantas porque morava em apartamento, então fui atrás de informações e consegui montar nossa área verde”, conta.

° A churrasqueira (pré-moldada, 0,75 x 0,55 x 2,20 m*, da Redentor. W.L. Churrasqueiras) ficou no canto. Revestida com o mesmo grafiato da parede, a estrutura se camufla ali.

° A mesa de apoio é obra de Ronaldo, que a montou com madeira reciclada. “Adoramos o resultado e a utilizamos como apoio. Em dia de festa e de churrasco, trago mais móveis para o quintal”, afirma Verônica.

1. “A videira é jovem, mas já deu um cachinho de uva! A ideia é que ela cresça e faça sombra para as orquídeas”, diz Verônica.

2. Para preencher uma parede vazia, a moça pendurou fileiras de vasinhos com espécies que ficam pendentes: tostão e véu-de-noiva. “Como são de meia-sombra, vão sob a copa da árvore e pedem rega diária.”

3. “Há dez anos no quintal, o pé de acerola começa a florir em setembro e dá fruta até janeiro”, conta Verônica. A planta pede sol direto. “Muitos passarinhos vêm aqui por causa dela”, conta.

4. A exuberante orquídea falenopse foi amarrada em um galho do pé de acerola e se adaptou bem. “Rego duas ou três vezes na semana, em épocas quentes e secas”, relata Verônica.

5. A lantana-cambará é cheia de minibuquês e gosta de sol direto. Muito disputada por beija-flores e borboletas.

*largura x profundidade x altura.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s