Banheiro conquista luminosidade após reforma

Em uma semana o ambiente de 3 m² ficou lindo e funcional. Do visual antigo sobrou apenas a bacia. Confira a transformação

Se acompanhar uma obra não é tarefa simples, imagine fazer isso a 150 km do local. Foi assim com a estilista Deisy da Cruz. No início do ano passado, ela morava em Blumenau, SC, e seu então futuro marido, Alexandre Hubert, em Florianópolis, onde fica o apartamento que compraram três meses antes do casamento. A estratégia foi empregar esse tempo para deixar o imóvel usado com a cara deles. “Atualizamos de uma vez a cozinha e o banheiro, que precisavam de muitas alterações”, conta a moça. Ela planejou tudo, mas foi difícil supervisionar a transformação. “O Alexandre enviava fotos todos os dias para que eu visse se estava ficando como imaginava.” Em uma semana, o banheiro de três metros quadrados virou outro! Do antigo visual, só restou a bacia. “Gostei muito do resultado. O ambiente parece maior, além de ter ficado lindo e funcional”, avalia Deisy.

Antes

 (Arquivo Pessoal/Divulgação)

º Revestimentos
Da Eliane, peças brancas acetinadas: 2 m² do piso Forma (45 x 45 cm) e 16 m² do azulejo Soft textil (30 x 40 cm), na Balaroti. Cerâmica pastilhada: 2 m² da Quadrato (30 x 30 cm), da Ilhabella. Cassol Centerlar
º Espelho
Com moldura de madeira de demolição (50 x 4 x 60 cm*). Casa Rústica Móveis
º Boxe de vidro
Vidrofort

 (Ricardo Ribas (SC)/Minha Casa)

º Gabinete de MDF
No padrão Teca (70 x 47 x 80 cm). Móveis Feller
º Tampo de Granito
Marmoraria Granicar
º Pia e torneira
Da Deca: cuba L155 e torneira Link 1198. Casa Show
º Mão de obra
Vanderlei Gonçalves Pires
Obra com segurança
º Antes de escavar o nicho na parede (1), foi necessário checar se haveria prejuízo à estrutura do prédio.
º Para a instalação do novo piso (2), retirou-se o antigo de modo a diminuir o risco de infiltrações pelo ralo e pelo rejuntamento.
Recados bem dados

 (Ricardo Ribas (SC)/Minha Casa)

º O espaço foi pensado pela estilista. “Sempre gostei muito de decoração, então busquei referências, pus as ideias no papel e mandei o esboço para o pedreiro.” Coube ao profissional substituir os pisos e os azulejos, além de escavar o prático nicho na área de banho.
º As placas beges, em paginação diagonal no chão e nas paredes, não agradavam a moça, que as trocou por peças brancas, assentadas de maneira convencional.

 (Ilustração Alice Campoy/Minha Casa)

º O outro revestimento se assemelha a pastilhas, porém trata-se de uma cerâmica. “Economizamos muito e ainda assim o banheiro conquistou mais cor”, comemora Deisy.
º O boxe de vidro fumê, que escurecia o cômodo e o deixava aparentemente menor, deu lugar a outro incolor, que permite a passagem da luz natural.
º Na falta de um gabinete pronto que a satisfizesse – em tom de madeira, com uma porta e algumas gavetas -, a moradora valeu-se da fita métrica e do lápis: “Tirei as medidas para o móvel e o encomendei ao marceneiro. Ficou básico e muito eficiente”.
*largura x profundidade x altura.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s