Quarto de menina atualizado com marcenaria

A tonalidade rosa, o tecido que veste a parede e a galeria de fotos que contorna o quarto seguem os desejos de Valentina, 5 anos

A mãe, Cristiane Porto Padilla, envolveu a filha no processo da reforma, realizada com a assessoria do arquiteto Márcio Verza, de Porto Alegre. “A necessidade de criar uma escrivaninha para ajudar na fase pré-escolar da Valentina motivou a renovação do espaço”, conta Cristiane. Como a marcenaria original, da época do nascimento da menina, já havia sido projetada para durar vários anos, o arquiteto aproveitou a cama, a cômoda e a prateleira existentes, remodelou as portas do armário e desenhou uma bancada de estudos com estante integrada, que acomoda a TV e o DVD player – tudo no mesmo estilo básico. A mesa conta com passagem de cabos para um notebook, e as estampas escolhidas combinam com qualquer idade. “Fugimos da temática infantil, sem perder de vista a delicadeza”, explica Márcio.

A praticidade impera nos detalhes

 (Ricardo Jaeger (RS)/Minha Casa)

• Gavetas, armários e nichos contemplam a organização e a praticidade.

 (Ricardo Jaeger (RS)/Minha Casa)

• Repare na galeria de fotos que arremata a aplicação de tecido na parede: há uma abertura por trás que facilita a troca das imagens. É um jeito fácil de manter a decoração sempre atual.

 (Ricardo Jaeger (RS)/Minha Casa)

• A bicama tem três gavetas inferiores, onde ficam os calçados. Assim, eles não se misturam às roupas, no armário. Na hora de dormir, as almofadas acomodam-se em um baú com tampa atrás da cabeceira.

• Todos os puxadores foram substituídos. “É um investimento baixo, mas que transforma a aparência do móvel”, diz o arquiteto Márcio Verza.

Espaço em 12,60 m2

 (Ilustração Alice Campoy/Minha Casa)

• A disposição dos móveis principais foi mantida. Cama (1), armário (2) e nova bancada (3) se acomodam nas laterais e o centro fica livre para brincadeiras.

Portas mais práticas e modernas

 (Ricardo Jaeger (RS)/Minha Casa)

• O guarda-roupa existente ganhou portas de correr espelhadas. A alteração fez diferença: o quarto ficou mais iluminado e parece ter o dobro de tamanho. Além disso, liberou-se a área que a abertura das portas demandava.

 (Ricardo Jaeger (RS)/Minha Casa)

• Toda mulher sabe: espelhos são essenciais! Conforme Valentina for crescendo, mais eles serão úteis na hora de se arrumar.

A marcenaria dá o tom do projeto

• Para substituir o rack que servia como quebra- galho, foi desenhada uma estante sob medida, que acomoda a TV de LCD de 26″ e o aparelho de DVD.

• De laca branca, a estante tem nichos específicos para guardar CDs, DVDs e enfeites. A fim de garantir o aproveitamento total da área, o arquiteto criou ainda quatro gavetas, onde a jovem moradora poderá guardar seus livros e materiais escolares.

• Como continuidade da estante, surge a bancada de estudos, que tem passagem para os cabos de notebook e pontos embutidos de iluminação. Gavetas rasas sob a mesa ajudam a colocar em ordem os papéis, sem pedir muito espaço nem atrapalhar quem está sentado.

• A exemplo dos demais móveis reaproveitados, a prateleira recebeu nova pintura de laca branca. No futuro, livros e álbuns ocuparão o lugar dos bichinhos de pelúcia.

Veja também

• Lembranças de infância fazem parte da decoração: o molde de argila com a mão de Valentina, por exemplo, virou um gracioso quadrinho fixado acima da bancada de estudos.

• A poltrona cor-de-rosa foi reaproveitada sem precisar de reforma. Posicionada na direção da TV, ganhou banquinho de apoio e ficou ainda mais charmosa.

• Um tecido no bandô renovou a cortina.

• A combinação do tapete felpudo com o piso laminado no padrão carvalho ajuda a aquecer o ambiente.

• Marcenaria

Estante, bancada, portas de correr e galeria de fotos. Vigolo Marcenaria

• Tecidos

Usados para revestir a parede e confeccionar colcha, almofadas e bandô da cortina. Eclética Vila

• Mão de obra para itens têxteis

Aplicação do tecido na parede, confecção do enxoval e bandô. Miclenat

• Puxadores

Puxadores & Cia

• Arandelas

Luminare Materiais Elétricos

• Tapete

De polipropileno, com 2 x 1,55 m. Stare

• Tintas e outros materiais

Massa corrida, tinta acrílica fosca da Suvinil, ref. B 100 (3,6 litros), PVA para o forro (1 litro) e materiais

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s