Algumas paredes a menos e apê de 70 m² parece maior

O apartamento modelo teve algumas paredes derrubadas e isso ajudou na circulação. Conheça outros truques fáceis de reproduzir para fazer o espaço render

Quem vive em quitinete sabe que, quanto mais divisórias, maior é a sensação de aperto. A arquiteta Renata Cáfaro se valeu dessa lógica ao remover as paredes entre os ambientes sociais e os de serviço neste projeto da Diálogo Engenharia, em São Caetano do Sul, SP. “No limite entre a cozinha e a sala, existe um móvel que, de um lado, atua como painel para a TV e, do outro, como estante”, explica Renata, dando um exemplo das soluções de marcenaria que fizeram o espaço render no imóvel idealizado para um casal e duas crianças. Tons claros e espelhos bem aplicados foram outras artimanhas valorosas.

A clássica combinação de bege, marrom e branco confere unidade visual à sala e à varanda, ambientes separados apenas por uma cortina de linho cru. “Como solicitei o fechamento da sacada, foi possível dispensar a porta de vidro que faria a delimitação tradicional”, diz Renata. O terraço também se comunica com a área de serviço – parte da parede foi eliminada com o objetivo de abrir uma nova passagem. Outra fronteira calculada sob medida é a estrutura multiúso compartilhada pelo estar e pela cozinha. Ornamentado com ripas de madeira de 5 cm de altura, o painel da TV possui um nicho de 87 x 35 x 30 cm*, feito para acolher objetos ou aparelhos eletrônicos (bastaria encomendar à marcenaria as aberturas para ocultar os fios). Já a face oposta, voltada para a cozinha, dispõe de prateleiras e módulos fechados. Painel estante. A peça de MDF laqueado mede 2,11 x 0,45 x 2,63 m. Marcenaria Beldan

O pufe é curinga, pois serve de mesa de centro, de assento extra ou de chaise do sofá.

Na sala de jantar, a posição da mesa de cinco lugares fez a diferença. Encostada na parede, ela libera o acesso ao corredor. “Ganhamos espaço e eliminamos a impressão de aperto”, justifica Renata. Em dias de visita, pode-se afastá-la e acomodar mais três convivas. Outro segredo que colabora para a sensação de amplitude está na parede dessa área, totalmente revestida de espelho. Além de criar profundidade, o reflexo multiplica a luminosidade e os lugares à mesa. Espelhos Quatro placas de 1,20 x 2,40 m. 

Sabe onde fica o bar da foto à direita? Repare na planta: no vão ao lado da porta de entrada foi encaixada uma prateleira de madeira, dando origem a este canto. O adesivo decorativo e a banqueta completam a cena.

Apesar da flagrante conexão entre os ambientes, a arquiteta não abriu mão de recursos simples que os delimitassem. No estar, o tapete de fibra natural cumpre esse papel, bem como as cadeiras enfileiradas à mesa de jantar. No caso da cozinha, Renata adotou uma estratégia mais funcional: “No lugar de uma meia-parede, resolvi criar uma bancada com duas faces – ambas dotadas de prateleiras, perfeitas para apoiar enfeites e itens do dia a dia”, conta. O lado voltado para a sala ainda inclui um armário fechado.  “O projeto de luminotécnica valoriza as áreas de circulação com spots de embutir no teto”, fala a profissional.  Em todo o apartamento foi usado rodapé laqueado de branco, com 20 cm de altura. O elemento emoldura as paredes off-white (Pirâmides do Egito, ref. B147, da Suvinil).

Móveis da varanda Mesa, gabinete e painel com prateleira. Marcenaria Beldan. Bancada de granito De 68 x 45 cm. Gmarmi

Para reforçar a escolha pela marcenaria planejada que mescla esses padrões, optou-se por eletrodomésticos com acabamento metálico. As bancadas da cozinha e da área de serviço se encarregam do contraponto – são de granito preto são gabriel.  Os módulos aéreos abertos e fechados dividem funções: os primeiros expõem o micro-ondas e utensílios, enquanto os outros, com portas de vidro, atuam como despensa. Planejados Modelo Ária lisa, de MDF e laminado: módulos aéreos (90 x 35 x 40,5 cm), armários e prateleiras de cozinha e lavanderia. 

Uma divisória de vidro temperado aponta onde uma termina e a outra começa. Dessa forma, a claridade invade ambos os ambientes, sem barreiras.  Na área de serviço, o dente na alvenaria abriga a hidráulica. Mas isso não causou problema: as prateleiras foram desenhadas especialmente com esse recorte. Assim, os produtos de limpeza ficam à mão para uso diário.  A máquina lava e seca é ladeada por armários, próprios para esconder baldes e bacias. Lembra-se da estrutura que funciona como painel para a TV no estar? O verso dessa peça é uma estante esperta, com prateleiras e armários. Muito melhor do que a simples parede prevista no projeto original! Lava e seca Com abertura frontal, a WD12596RW, da LG, tem capacidade para 11 kg. Fast Shop.

A iluminação, aqui, merece destaque. A parede ao lado da geladeira forma um L com o forro de drywall (gesso acartonado). Entre esse forro e o teto, há um vão de 15 cm, onde lâmpadas fluorescentes se encarregam da luz difusa. Os focos pontuais sobre a bancada de trabalho são dicroicas embutidas. “É recomendado que as lâmpadas estejam a uma distância de, no máximo, 1,50 m uma da outra”, ensina a arquiteta.

O imóvel conta com dois cômodos de visual semelhante: um na suíte e outro social, voltado para o corredor.  Com formas retilíneas, o gabinete, a bancada e a cuba parecem formar uma única peça. O espelho, alinhado ao conjunto, se estende até o teto.  A área de banho é demarcada por uma folha fixa de vidro. As paredes do boxe foram cobertas de pastilhas de vidro – a faixa mais escura ressalta esse material. As demais superfícies do ambiente receberam tinta acrílica. Gabinete Laqueado de branco (93 x 40 x 45 cm), tem uma gaveta revestida de folha de madeira. Marcenaria Beldan

Os florais dão o tom no quarto do casal: marcam presença no enxoval, no delicado papel de parede atrás da cabeceira e em detalhes decorativos.  Para a melhor ocupação da área, os armários foram dispostos em L. Folhas de espelho revestem as portas – o recurso faz o ambiente parecer maior.  Em frente ao guarda-roupa, a bancada serve de penteadeira ou canto do computador.

A cortina romana fica rente à parede, economizando espaço. Cabeceira De linho, mede 2,56 x 0,85 m. Serra Decorações. Papel de parede Natura (ref. 45724, rolo de 0,53 x 10 m). Kaelio. Armários De MDF com espelho (0,59 x 0,58 x 2,59 m e 0,42 x 0,58 x 2,59 m). Todeschini. Bancada Tem 1,60 x 0,40 x 0,75 m. Marcenaria Beldan. Cortina romana Com 1,60 x 2,50 m. Serra Decorações.

A circulação não apresenta interrupções entre cozinha (1), lavanderia (2), varanda (3) e sala (4). Para promover a percepção de continuidade, esses cômodos e o corredor tiveram o piso coberto com o mesmo revestimento (porcelanato Travertino clássico, da Portinari). Já para os quartos, a profissional reservou um laminado de madeira.  A bancada da área de serviço (5) parece ser um prolongamento da peça da cozinha. Com essa tática, os espaços parecem mais compridos do que são na realidade.

Veja mais apartamentos:

Cores e música dão o tom no apê de 70 m²

Apartamento com decoração elegante

Alugado e com o charme dos moradores

Veja apartamento-modelo com móveis que aproveitam cada cantinho do espaço

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s