Apartamento de 54 m² com décor em estilo industrial

Ter cachorro, cuidar de plantas, curtir a paisagem... Quem disse que não dá para desfrutar de tudo isso em um apê pequeno? Confira no projeto a seguir

Ter cachorro, cuidar de plantas, curtir a paisagem… Quem disse que não dá para desfrutar de tudo isso em um apê de 54 m²? A gaúcha Danielle Dalbosco está aí para passar a receita!

Em busca de seu primeiro imóvel, a analista de comunicação Danielle Dalbosco, de Porto Alegre, acertou em cheio na escolha: “Abrir a janela de manhã e enxergar a cidade, o Rio Guaíba e o céu me dá uma sensação de liberdade incrível”. Ainda na planta, o apê ganhou um projeto concebido pelo escritório Ampiezza Arquitetura, que também acompanhou a obra. Mas não pense que isso bastou: as criações da moradora, dona do perfil do Instagram @apt1002, deram o toque final e incrementaram cada cantinho!

Pet no apê: opção consciente

“Parece loucura morar em apartamento com um husky siberiano, não é mesmo?”, pergunta a moradora, se referindo a sua Pandora, de 1 ano e meio. O segredo é pesquisar sobre a raça e se preparar para evitar surpresas. “Sabendo que ela precisa gastar bastante energia, adaptei meu orçamento para poder deixá-la em uma creche durante o dia, enquanto trabalho. Assim, Pandora chega em casa calminha e feliz, e ainda brincamos mais um pouco!”, explica.

Arregaçar as mangas e poupar!

 (Cristiano Bauce/Minha Casa)

° “Na sala, coloquei a mão na massa para produzir alguns itens com os quais sonhava”, afirma Danielle. Um exemplo é a mesinha lateral com tampo de concreto, que exigiu a confecção de um molde artesanal para a concretagem e marcenaria básica. O passo a passo foi aprendido com o Fabrique, um estúdio de design que dá cursos para fabricação de móveis e peças de decoração. A parede principal foi coberta de tijoletas cerâmicas brancas (Telharsul, R$ 500), a um custo bem mais baixo do que se fossem usados tijolos convencionais.

Destaque do lavabo, a estante de canos de ferro e chapas de madeira (Projeto Ampiezza e execução Bolum Móveis)

Destaque do lavabo, a estante de canos de ferro e chapas de madeira (Projeto Ampiezza e execução Bolum Móveis) (Cristiano Bauce/Minha Casa)

° Já o lustre sobre a bancada foi feito em parceria com a arquiteta Agatha Arboitte, da Ampiezza Arquitetura: elas reuniram materiais simples – fios, soquetes, lâmpadas e ganchinhos – para criar um modelo barato.

 (Cristiano Bauce/Minha Casa)

O cantinho da anfitriã exemplar

° “Quando meus amigos vêm jantar em casa, entrega em domicílio não tem vez! Faço questão de ir para o fogão, mas sem perder a festa”, conta Danielle, justificando a opção pela cozinha aberta.

 (Cristiano Bauce/Minha Casa)

° A marcenaria revestida de laminado cinza – desenhada pela Ampiezza Arquitetura e executada pela Bolum Móveis – preenche e valoriza o ambiente.

 (Cristiano Bauce/Minha Casa)

° Para ter temperos frescos à mão, a moradora criou uma horta na cozinha – as hortaliças são armazenadas com cuidado nos nichos, em vasos com pratinhos coletores da água da rega.

 (Cristiano Bauce/Minha Casa)

° O jeito descolado é reforçado pela mesa com tampo de concreto (Heartz. Mezas, R$ 1 640), banquetas metálicas (Tolix. Lucy Home, R$ 175 cada) e azulejos azul-petróleo (da Portobello, Bleu Saint Tropez, de 24 x 7 cm. Portobello Shop Gabriel, R$ 139,90 o m²).

Ajuste fino

Medidas
Banheiros (suíte) 2,51 x 1,30 m
Banheiro social 2,22 x 1,30 m
Suíte 2,56 x 3,97 m
Quarto 2,59 x 2,96 m
Sala de estar 2,67 x 5,38 m
Cozinha 1,53 x 3,97 m

Medidas
Banheiros (suíte) 2,51 x 1,30 m
Banheiro social 2,22 x 1,30 m
Suíte 2,56 x 3,97 m
Quarto 2,59 x 2,96 m
Sala de estar 2,67 x 5,38 m
Cozinha 1,53 x 3,97 m (Ilustração Alice Campoy/Minha Casa)

° O quebra-quebra foi mínimo: somente um trecho de parede (1) precisou ser demolido, abrindo espaço para a instalação de um móvel de dupla função – ele atua como rack do lado da sala e cristaleira do lado da cozinha.

Visual romântico e atual

 (Cristiano Bauce/Minha Casa)

° A área íntima esbanja charme, sem perder de vista a estética clean e moderna presente em todo o apê.

 (Cristiano Bauce/Minha Casa)

° A combinação do papel de parede (comprado em uma viagem ao exterior) com a cabeceira estofada define a identidade visual do quarto, que ainda tem piso vinílico com aparência de madeira clarinha (linha Ambienta, padrão Aveia, da Tarkett. MadeiraMadeira, R$ 92,97 o m²).

 (Cristiano Bauce/Minha Casa)

° No banheiro, economia e estilo andam juntos: “A arquiteta me surpreendeu com a ideia de usar pintura na parede da pia, deixando o revestimento somente para a área do boxe”, revela a moradora.

*Preços pesquisados em dezembro de 2017. Sujeitos a alteração.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s