Apê 70 m²: toque de cor e marcenaria planejada são o destaque do projeto

Neste apartamento carioca, a proposta de arquitetura trouxe soluções pontuais para arrematar aquilo que já era bom e ficou ainda melhor. Confira

Quem casa quer casa… E quem finalmente consegue a sua quer se mudar com tudo perfeito, não é? Com a publicitária Amanda Lianza e o advogado Clemir Ramos não foi diferente – acontece que a realidade falou mais alto. Quando o casal enfim conseguiu comprar o imóvel tão desejado, o orçamento restante dava apenas para trocar parte dos revestimentos e criar a cozinha americana. Felizmente, bastou um bom planejamento para que o apê usado de 70 m², em Laranjeiras, no Rio de Janeiro, logo ganhasse uma segunda intervenção. À frente do projeto, a arquiteta Alê Amado, amiga deles de longa data, apostou na marcenaria para aproveitar com charme cada centímetro disponível, trouxe graça para as paredes e, ainda, modernizou a iluminação. Missão cumprida? Quase! Ainda há dois dormitórios aguardando ansiosamente pelos retoques finais – mas os moradores sabem que, com calma, dá pra fazer tudo.

 (Adriana Granado/Divulgação)

Fluidez em 70 m²

º Cozinha, jantar e estar são unidos e têm os móveis bem distribuídos para que a circulação seja livre.

 (Ilustração Alice Campoy/Minha Casa)

º Dos quartos que estão a caminho da reforma, um é o da filha e o outro é multiúso: atende hóspedes e tem função de biblioteca.

 (Adriana Granado/Divulgação)

Devagar, com mais esmero

º Apaixonados por livros, Amanda e Clemir pediram a Alê uma solução para destacar uma pequena parte de sua coleção na sala. A resposta veio na forma das prateleiras revestidas de lâmina de freijó (Carlos Assis Marcenaria, R$ 2 400) que passaram a ocupar a maior parede do cômodo, contornando as salas.

 (Adriana Granado/Divulgação)

º Com jeitão de cimento queimado, o pano de fundo desta minibiblioteca foi produzido com uma massa texturizada aplicada com desempenadeira (Texturatto Especial, da Suvinil, na cor Farol do Morro. Extra, R$ 172,10 o galão de 2,88 litros).

 (Adriana Granado/Divulgação)

º Algumas peças que compõem o ambiente foram escolhidas a dedo e adquiridas aos poucos, a exemplo das cadeiras de jantar (Eames Wood II. Tok&Stok, R$ 229 cada), que circundam a mesa, garimpada em um antiquário.

º Na fronteira com a cozinha, os destaques são a cristaleira de aço escovado (Brás. Tok&Stok, R$ 1995) e o aparador com aplicação de sobras de diversos tipos de madeira (veja na pág. anterior).

Medidas de grande efeito

º Algumas pinceladas e tudo mudou! Provando que elegância pode rimar com alegria, a tinta acrílica fosca no tom Açaí, da Suvinil, garantiu uma personalidade forte ao projeto assim que cobriu as paredes em L das portas de entrada e a coluna entre sala e cozinha. Claras e neutras, as superfícies vizinhas ganharam a tonalidade off-white Broto de Feijão, da mesma marca.

 (Adriana Granado/Divulgação)

º O tampo de granito da cozinha americana foi instalado na primeira reforma, mas o cômodo ainda estava à espera da marcenaria, que a arquiteta desenhou. “As portas com vidro valorizam os acessórios de cozinha herdados da mãe da moradora”, conta. Puxadores do tipo concha, de ferro, reforçam o ar retrô dos móveis. Seguindo a mesma linha, a parede da pia se veste de subway tiles.

 (Adriana Granado/Divulgação)

º O toque final é o balcão de pinho-de-riga de demolição, confeccionado com uma chapa que o casal já tinha.

Visual em perfeito equilíbrio

 (Adriana Granado/Divulgação)

º Toda a marcenaria do apê foi executada com chapas de compensado, ora revestidas de lâminas de freijó, ora laqueadas de branco. “Como o piso original de tacos foi preservado, optamos por essa combinação para evitar o excesso de madeira, assegurando um visual bem leve”, justifica Alê.

 (Adriana Granado/Divulgação)

º No quarto, a cabeceira imponente ganhou a companhia de um home office que faz de tudo para não chamar a atenção. Acima dele, um móvel fechado esconde toda a bagunça do escritório, de pastas à impressora! De lá ainda parte uma grande bancada que se conecta ao armário baixo dotado de venezianas aos pés da cama.

 (Adriana Granado/Divulgação)

º No banheiro da suíte do casal, quem rouba a cena são os ladrilhos (Limestone Ladrilho Hidráulico, R$ 178 o m²). A porta pintada em uma tonalidade de verde similar à da estampa do piso arremata a decoração.

*Preços pesquisados em março de 2018, sujeitos a alteração.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s