Apê de 66 m²: compacto, charmoso e vestido para arrasar

Comprado na planta, o imóvel ganhou um projeto caprichado para entrar em sintonia com o estilo dos moradores, que gostam do visual clássico

Depois de dois anos morando juntos em um apê alugado, a pediatra Camila  Guasselli e o engenheiro mecânico Neumar Vallar, de Porto Alegre, decidiram que era a hora de fechar um capítulo e iniciar outro como manda o figurino: com uma festa de casamento e um imóvel zero-quilômetro. A arquiteta Camila Chalon foi convocada para montar o cenário dessa nova fase.  “A fim de não estourar o orçamento, preservei alguns acabamentos entregues pela construtora”, conta a profissional, que escolheu a dedo aqueles que seriam substituídos por opções mais incrementadas. Mantendo intacta a planta, o maior desafio foi acomodar todos os pertences do casal sem entulhar o espaço – questão solucionada com investimento em marcenaria planejada e uma organização impecável.

(Ricardo Jaeger/Minha Casa)

Cozinha americana: linda e exibida!

(Ricardo Jaeger/Minha Casa)

❚ “Ambientes incríveis costumam ter um elemento que atrai todos os olhares”, diz a arquiteta, que elegeu um mosaico de azulejos para assumir esse papel na área destinada ao preparo das refeições. “As peças foram assentadas diretamente sobre a cerâmica original,  poupando tempo e dinheiro”, complementa.

(Ricardo Jaeger/Minha Casa)

❚ Lavanderia e cozinha compartilham a mesma bancada de granito branco siena superpolido, que mede 4,25 x 0,65 m (Magnani). Mas, atenção: “Abrir mão de uma divisória entre os ambientes só funcionou porque os moradores usam pouco a área de serviço – e vivem bem com apenas um varal de chão e uma lava e seca”.

(Ricardo Jaeger/Minha Casa)

❚ De MDF revestido de laminado melamínico nas cores Branco Liso e Terrarum (MaDeFibra, da Duratex), todos os gabinetes foram feitos sob medida (Fratelli Móveis).

(Ricardo Jaeger/Minha Casa)

❚ Na sala de jantar, o papel listrado e o lustre rendado formam um belo par!

(Ricardo Jaeger/Minha Casa)

66 m² sem aperto!

❚ Muito bem-resolvida, a planta original do apartamento não precisou ser alterada. Eis o único quebra-quebra: na fronteira entre sala e cozinha, havia uma mureta de tijolos vazados, que foi ao chão. No lugar dela, a arquiteta optou pela instalação de um balcão de MDF para refeições rápidas. Como continuação desta peça, uma prateleira feita do mesmo material foi fixada na parede atrás do sofá, servindo de apoio para pequenos objetos.

(Ilustração Alice Campoy/Minha Casa)

Base neutra com pitadas de charme

(Ricardo Jaeger/Minha Casa)

❚ Eleita o lugar preferido dos moradores, a sala de estar é clean e funcional, porém bem temperada com detalhes mais femininos, como a padronagem floral do tapete, o colorido do quadro e o turquesa das poltronas e almofadas.

(Ricardo Jaeger/Minha Casa)

❚ Para que a iluminação ficasse mais aconchegante, o teto recebeu uma sanca – equipada com fitas de LED na cor amarela – que contorna todo o ambiente, além de um rebaixo extra, com  luminárias embutidas, sobre a área do jantar. “Trabalhamos o gesso usando apenas linhas retas, que criam um efeito mais moderno” aponta a profissional.

(Ricardo Jaeger/Minha Casa)

❚ Apesar da predominância de revestimentos brancos, o banheiro social ganhou toques especiais. O  espelho com a moldura toda trabalhada é um deles. Mas o destaque fica por conta da parede forrada pelo patchwork  de porcelanato.

(Ricardo Jaeger/Minha Casa)

O romantismo dá as cartas na suíte

❚ Vedete do ambiente, a cabeceira estofada foi valorizada com  iluminação indireta. Para tanto, bastou usar uma fita de LED estrategicamente acoplada no móvel aéreo. O papel de parede floral arremata a composição.

(Ricardo Jaeger/Minha Casa)

❚ Desenhados pela arquiteta e executados sob medida (Fratelli Móveis), os armários são de MDF revestido de laminado melamínico nas cores Branco Liso e Cillegio Grigio (MaDeFibra, da Duratex). Duas das portas são cobertas de espelho, que servem não só  para as trocas de roupa como refletem – e,  portanto, potencializam –  a luz natural que vem da janela logo em frente.

(Ricardo Jaeger/Minha Casa)

❚ Com o intuito de  deixar o quarto mais acolhedor, o piso ganhou um laminado em tom  de madeira clarinha.

(Ricardo Jaeger/Minha Casa)

❚ No banheiro da suíte,  o branco foi explorado ao máximo para garantir amplitude e claridade. ”Mas, para dar uma graça, elegemos um revestimento que combina peças de diferentes texturas, formando um patchwork delicado”, aponta Camila.

 

 

 

 

 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s