Apê de 75 m²: amplo, iluminado e com decoração clean

A decoração clean caiu como uma luva nos ambientes amplos e iluminados – e ainda permitiu uma pitada de ousadia, como pendurar a bicicleta na parede

Espaço não faltava no apê trintão de 75 m², mas a moradora, uma advogada brasiliense que vive em São Paulo, sentia que a planta não fazia jus ao potencial do imóvel. Para mudar essa história, ela encomendou uma reforma radical às arquitetas Fabiana Silveira e Patricia de Palma, do SP Estudio. “Mexemos em todos os cômodos”, conta Fabiana. Três quartos viraram dois, a cozinha foi aberta para a sala, o banheiro cresceu, e até um lavabo ganhou lugar. Revestimentos da moda, marcenaria com toques de cor e outras boas ideias completam o projeto.

Charme em cada detalhe

 (Mariana Orsi/Minha Casa)

O piso com aparência de madeira de demolição clarinha foi um pedido da moradora (vinílico Wood Planks II no padrão Brasília, da ePiso). Já as arquitetas elegeram o revestimento rústico da parede atrás do sofá: são como tijolinhos, porém vendidos com 1,5 cm de espessura (Tijolo Aparente Lunar. Pedra Paulista).

 (Mariana Orsi/Minha Casa)

Detalhes divertidos marcam presença: é o caso da lousa feita de laminado melamínico preto fosco (Formica) e das cadeiras de jantar diferentes entre si (roxa e amarela: Uma, da Oppa; branca Eames e vermelha Meia Lua, da Sun House).

Cozinha integrada à sala

 (Mariana Orsi/Minha Casa)

A moradora adora preparar quitutes enquanto recebe amigos, motivo pelo qual o primeiro passo da reforma foi derrubar a parede que confinava a cozinha.

 (Mariana Orsi/Minha Casa)

Aberto, o cômodo ganhou acabamentos modernos – pastilhas de porcelana hexagonais na parede e porcelanato com visual de ladrilho hidráulico no piso. A marcenaria inclui bancada com vidro para abrir massas (3,10 x 0,43 x 0,71 m) e armário aéreo amarelo(2,62 x 0,45 x 0,45 m), ambos de MDF laminado (Dipo Marcenaria).

 (Mariana Orsi/Minha Casa)

A lavanderia brinca de esconde-esconde – com o banheiro dos fundos promovido a lavabo, foi preciso pensar em como abrir caminho para que as visitas pudessem ir até lá sem atravessar a área de serviço. A solução? Guardar o cômodo dentro de uma porta. O modelo mede 1,17 x 2,45 m (Dipo Marcenaria).

A garagem fica no escritório

 (Mariana Orsi/Minha Casa)

Um dos hobbies da moradora é pedalar: por isso a bike ganhou espaço na parede (suporte similar: Cometa. Desmobilia). O fundo azul parece pintura, mas trata-se de papel de parede adesivo (Lousa Azul. Kola).

 (Mariana Orsi/Minha Casa)

Para montar o home office, o lema foi buscar ideias estilosas, porém econômicas. Daí a opção pelo painel de HDF com nichos de MDF cru, que saem mais em conta do que as versões pintadas ou laminadas. “Outro recurso bacana é a chapa furadinha, que pode sustentar ganchos organizadores e otimizar a superfície, apoiando itens de escritório”, explica Fabiana. Para isso, o truque é prendê-la 1 cm afastada da parede – basta fixar os parafusos em conjunto com um tipo de arruela plástica chamada suporte de prateleira tubinho.

Na suíte, show de acabamentos

 (Mariana Orsi/Minha Casa)

A cabeceira da cama embute iluminação, criando na parede um efeito de luz indireta. O modelo (3,53 x 1,30 m. Dipo Marcenaria) é de MDF com laminado melamínico no padrão Louro Freijó, da Masisa. Repare que é o mesmo revestimento amadeirado utilizado em outros ambientes, como na cozinha e na lavanderia – tudo em nome da unidade visual. Em vez de criado-mudo, a moradora optou por uma mesa pequena, que permite o uso do notebook no quarto (escrivaninha de MDF laqueado Oslo, usada em conjunto com a cadeira Rosini. Oppa).

 (Mariana Orsi/Minha Casa)

No banheiro da suíte, os acabamentos dão um show à parte. Enquanto a parede é coberta dos charmosos tiles, azulejos retangulares com jeitão londrino, a bancada da pia é confeccionada em branco prime, um tipo de pedra industrializada composta de pó de mármore e resina.

Quebra-quebra

 (Alice Campoy/Minha Casa)

Duas paredes (1 e 2) foram ao chão e outra (3) subiu para que os três quartos se transformassem em dois, mais espaçosos. Um deles uniu-se ao banheiro – que teve a metragem ampliada – e virou suíte (4). A cozinha foi aberta para sala (5), a lavanderia se encaixou em um cantinho (6) e o banheirinho dos fundos virou lavabo com pia externa (7).

*largura x profundidade x altura.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s