Apê de blogueira: imóvel dos anos 70 aconchegante e charmoso

Aqui, Sabrina Olivetti vive feliz, cozinha e trabalha, sempre rodeada de plantas e da cadelinha Lady. Ela pensou com carinho em cada detalhe da decoração

Juntar dinheiro, sair da casa dos pais e montar seu lar era o sonho de Sabrina. Endereço encontrado, tudo ficou ainda mais encantador ao descobrir a coincidência: o imóvel fica no mesmo prédio onde morou quando bebê. Feliz da vida, ela fechou o negócio e logo deu início à reforma encabeçada pelas arquitetas Carolina Falavinha e Ana Letícia Andrade, do escritório Une, de Curitiba. Além de novos revestimentos e janelas, o apê de metros quadrados ganhou uma decoração cheia de personalidade. “Sabrina tinha muitas referências, aceitou nossas ideias e se empenhou em fazer sozinha vários itens, o que deixou o projeto com a cara dela”, revela Carolina. Tudo registrado em seu perfil do Instagram, @meuapartamentinho.

Surpresas e detalhes caprichados

 (Alessandra Okazaki/Minha Casa)

º Como o apartamento é antigo, as arquitetas suspeitaram que por trás do reboco haveria uma parede de tijolinhos. Dito e feito! “No início, fiquei com receio, mas um dia eu mesma resolvi descascar a superfície e amei!”, diz a moradora.

º O rack de aço, com portas de chapa perfurada e tampo de madeira, foi feito sob medida (MetalWork), e se destaca com a cor da alvenaria do fundo – Azul Surreal, da Coral (Leroy Merlin, R$ 105,90 o galão de 3,6 litros).

 (Alessandra Okazaki/Minha Casa)

º Uma das paixões de Sabrina, as plantas estão sobre móveis e em suportes confeccionados por ela.

º Com a troca das janelas, surgiu o quadro inusitado do corredor: a moldura é uma das antigas esquadrias de ferro.

Paleta suave e feminina

º Na sala de jantar, a mesa Block (Oppa, R$ 1 499,99) se encaixou na parede entre o corredor e a cozinha. Para valorizar e ampliar essa área, um espelho reveste toda a alvenaria de trás.

 (Alessandra Okazaki/Minha Casa)

º Filha de artista plástica, Sabrina não poderia deixar de exibir o trabalho da mãe, Mainês Olivetti: a tela se destaca ao lado da mesa.

 (Alessandra Okazaki/Minha Casa)

º Um bufê é sempre bem-vindo. O modelo azul que a moça namorava há tempos (Portunhol, de 1,35 x 0,32 x 0,70 m. Oppa, R$ 1 504,90) coube com folga na passagem entre a entrada e a sala de estar. Ao lado dele, um criado-mudo faz as vezes de mesa lateral do sofá, e um espelho com alça de couro (Icon. Wood Skull, R$ 740) enfeita a parede.

Pequenina e cheia de encantos

º Os revestimentos cerâmicos deram um ar retrô e delicado à cozinha – na parede, Beatles, de 20 x 10 cm (Impermix, R$ 113); no piso, sextavado Sixties Gray e White, de 5 x 5 cm (Impermix, R$ 722,70 o m²), da Decortiles.

 (Alessandra Okazaki/Minha Casa)

º O mobiliário laminado branco (Marceneiro Curitiba) foi feito sob medida para aproveitar a área – o tampo de granito siena branco acompanha a proposta da paleta clean. Embutidos, forno e fogão elétricos foram as melhores opções, já que não há rede de gás no prédio e um botijão ocuparia um espaço precioso.

 (Alessandra Okazaki/Minha Casa)

º Do outro lado, o armário de aço com prateleiras de MDF é criação de Sabrina (mede 70 x 35 x 90 cm. MetalWork, R$ 1 150).

Ambientes serenos e funcionais

º Nas paredes do quarto, o azul-claro (Alaska, da Coral) traz a tranquilidade que o cômodo pede. Em vez de criados-mudos há um carrinho e um suporte com planta.

 (Alessandra Okazaki/Minha Casa)

º As luminárias de concreto são inspiradas em uma que Sabrina viu em um bar. As arquitetas recriaram com pendentes com fios de comprimentos diferentes (Bella. Yamamura, R$ 109 cada).

 (Alessandra Okazaki/Minha Casa)

º Ao pé da cama, duas sapateiras de aço e prateleiras magrinhas não prejudicam a circulação.

 (Alessandra Okazaki/Minha Casa)

º No banheiro, porcelanato Neocarrara, da Decortiles (Impermix, R$ 348,49 o m²), no boxe; cerâmica Diamante Branco, da Eliane (Leroy Merlin, R$ 61,90 o m²); e tinta Troféu de Prata, da Coral (Leroy Merlin, R$ 105,90).

Layout singular

 (Ilustração Alice Campoy/Minha Casa)

º Como o prédio é circular, a planta se parece com uma fatia de pizza – apesar das modulações fora do padrão, as áreas foram bem aproveitadas. A única mudança estrutural se deu na parede do quarto, para ampliar o boxe do banheiro (1).

*Preços pesquisados em abril de 2018, sujeitos a alteração.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s