Casa de praia: 3 andares para morar e trabalhar

Soluções sob medida transformaram este conjugado de sala, quarto, cozinha e banheiro em uma casa maior, charmosa e confortável

Morar e trabalhar no mesmo endereço é sonho realizado pelos donos desta construção na Praia do Forte, encantador trecho de 14 km de extensão no litoral baiano. O espaço, porém, era muito pequeno: o casal se espremia na área de trinta metros quadrados sobre a farmácia da família. Cansados da falta de conforto, eles chamaram as arquitetas Rosa Brandão e Mila Regina pensando em melhorar a decoração. Mas as ambições cresceram e, junto com elas, o imóvel, que ganhou o terceiro andar, duas varandas e uma suíte. Dê uma espiadinha no lar doce lar de outras pessoas que moram no trabalho, ou vice-versa.

Na vila, o endereço se destaca

º A fachada somou um andar, mas sem ultrapassar os 10 m de altura permitidos na vila de pescadores da Praia do Forte. Os materiais naturais harmonizam com a simplicidade do local. 

 (Marcos Lima/Minha Casa)

º Além da área privativa e das varandas, a casa ganhou um deque de 22 metros quadrados no térreo, onde o casal dá festas.

º Como adoram cores, anualmente os moradores pedem às arquitetas um tom novo para a fachada, revestida de massa texturizada (Ibratin).

Estante se integra ao aparador

º Em ambientes pequenos, tudo o que põe fim à bagunça bem-vindo! Nesta sala, a estante (1,40 x 0,35 x 2,20 m) expõe bebidas e objetos de arte popular, distribuídos de forma organizada em nichos de 35 x 38 cm.

 (Marcos Lima/Minha Casa)

º A simetria da peça só é quebrada, de modo proposital pelo aparador que se encaixa na parte inferior do móvel, criando um nicho para a adega.

O primeiro andar tem 35 metros quadrados

º A cozinha ganhou área de serviço e foi unida ao estar. A mesa (1) e a colmeia rente ao teto funcionam como divisórias discretas.

 (Ilustração Alice Campoy/Minha Casa)

º A entrada da casa era por trás do banheiro. Eliminada essa escada, a cozinha cresceu e o banheiro ficou com 2,30 m².

º Uma escada helicoidal fez da varanda recém-construída (3,90 m²) o novo acesso (2) à morada.

A cozinha aparece na continuação da sala  

ºAntes com 1,50 m², a cozinha incorporou a minúscula área de serviço – o tampo de granito verde-ubatuba alcança todo o ambiente, que soma 7 m² e se volta para a sala multiúso.

 (Marcos Lima/Minha Casa)

ºEm tom natural, a madeira promove a união dos espaços, além de trazer aconchego e elegância.

 (Marcos Lima/Minha Casa)

ºRipas de Lyptus (Aracruz) – compõem as portas dos armários e a paredinha rente à mesa.

Cores quentes em cena

ºA base branca foi pontuada pelo tom caramelo da madeira e pelo uva (ref. E098, da Suvinil), que tinge a parede principal. “A cor vibrante torna a casa mais alegre”, avalia Rosa.

 (Marcos Lima/Minha Casa)

º O colorido se estende aos detalhes e ganha novas nuances no estofamento da poltrona de fibra natural e nos quadros bem bolados: foram montados com folhas de papel de presente recortado e emoldurado. Custo baixo e grande efeito.

 (Marcos Lima/Minha Casa)

º A escada de pau-d’arco maciço tem 16 degraus soltos, cada um com 6 cm de espessura, cravados na parede. Um corrimão delgado, fixado na parede uva, dá segurança no sobe e desce. O conjunto é leve e escultural.

º Única janela nesta parede, a veneziana capta a luz natural que faz o ambiente parecer maior.

º O pranchão da TV brinca com a escada ao fazer as vezes de degrau no canto do ambiente. Sob ele, módulos com rodízios, facilitam o deslocamento para a limpeza. Assim, o vão foi inteiramente aproveitado.

A sala de 21 m², ligada à varanda, reúne estar e home office

º O porcelanato claro no piso ilumina o ambiente e promove unidade visual.

 (Marcos Lima/Minha Casa)

º Posicionado no centro da sala, o sofá delimita espaços em prejudicar a circulação. Tem design reto e cor neutra para não se destacar.

 (Marcos Lima/Minha Casa)

º O casal queria um home office de onde pudesse controlar o movimento de seu negócio. A solução foi esticar a bancada sob a janela, criando uma mesa que aproveita integralmente a angulação da parede.

º Um móvel com rodízio abriga a CPU e a impressora – pode ser deslocado na hora do trablaho, liberando o vão para as pernas.

 (Marcos Lima/Minha Casa)

º As arquitetas projetaram uma varanda que protege a fachada da farmácia contra o sol. É por esse local que se entra na casa, por isso, além da mesa com cadeiras, a área tem bom espaço para circulação. O guarda-corpo de ripinhas de fibra de dendê, feitas pelo artesão local seu Lula, traz privacidade e um toque regional.

Novo pavimento acolhe quarto, banheiro e varanda

º Se antes da reforma a sala virava quarto à noite, agora o casal usufrui de um espaço provativo no último andar.

 (Marcos Lima/Minha Casa)

º Na decoração do quarto, sobressaem os dois armários com folhas de correr formadas por elegantes quadros de ripas. Cheios de divisórias internas, guardam não só os itens pessoais dos moradores como os jogos de cama e banho.

 (Marcos Lima/Minha Casa)

º Assim como na área social, a madeira marca presença aqui – e em um tom que oferece o risco de escurecer o ambiente. Daí as soluções para trazer luz natural, como a parede de vidro jateado atrás da TV, no alto da escada, as venezianas vizinhas à cabeceira.

º As arquitetas projetaram uma larga porta-veneziana que faz a comunicação entre a área de dormir e a varandinha com cadeira e rede. Cortinas leves filtram a claridade e a brisa que chega do mar.

O piso superior tem 30 m²

º A reforma deu ao casal uma área isolada no último andar, O quarto ficou com 16,70 m², o banheiro com 5,75 m²e a varandinha com 7,60 m².

 (Ilustração Alice Campoy/Minha Casa)

º Para economizar espaço no banheiro estreito, aporto se abre para dentro do quarto, acompanhando a lateral do armário.

º A varandinha se acomoda sob o telhado, protegida do sol, mas com vista para a vila de pescadores.

O banheiro foi feito para uso a dois

º Seguindo o estilo da casa, um pranchão forma a bancada da pia, com cuba de sobrepor. Abaixo do tampo, módulos com rodízios guardam os itens de higiene e são práticos na limpeza cotidiana. 

 (Marcos Lima/Minha Casa)

º Quando se abre a porta do banheiro, a primeira coisa que se vê é a parede do espelho. Por isso o capricho no acabamento, feito com placas de porcelanato imitando um mosaico travertino.

º Para que o espaço sirva simultaneamente ao casal, o vaso e o chuveiro ocupam áreas reservadas – fechadas por portas de vidro jateado – cada em cada uma das extremidades do ambiente.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s