Confira 5 truques de mágica para espaços pequenos

É verdade que as casas e os apês estão cada vez menores, mas isso não significa que o conforto dos moradores precisa diminuir na mesma proporção

Sapateira embaixo da cama

Quem tem os centímetros contadinhos no quarto já sabe: o espaço sob o colchão é valioso demais para ser desperdiçado. Então, que tal aproveitá-lo para acomodar os sapatos? É possível mandar fazer um gavetão com rodízios sob medida, mas algumas camas, como a da foto,  já incluem compartimentos que podem muito bem servir  a esse fim. Similar: Max Box Base Casal 138 com gaveta (1,38 x 1,88 x 0,37 m*), com estrutura de eucalipto  e colchão de espuma D80.

Bancada bem aproveitada

Comprado na planta, o apartamento da jornalista Adriana Coev e do marido, o engenheiro André Mendes, de Santo André, SP, teve de passar por uma pequena reforma para atender às necessidades dos moradores. Um dos ajustes foi feito  no balcão da cozinha americana, que ganhou  cerca de 20 cm de largura para, assim, poder abrigar não só armários, mas  também o micro-ondas e o forno elétrico. Agora, os aparelhos ficaram no jeito para o uso express. “Como não somos de cozinhar, preferimos fazer refeições rápidas”, justifica Adriana.

Tábua de passar embutida

Os 36 m² não foram empecilho para os especialistas em informática Patrícia Yano e Emílio Francesquini arrematarem este apê em São Paulo. Com o projeto da arquiteta Marina Barotti, foi possível tirar o máximo proveito da área reduzida. O segredo? Apostar em marcenaria (Arte em Móveis). Na lavanderia, por exemplo, a tábua de passar roupa é retrátil (similar: Deslizante TP 450 . Casa do Marceneiro, R$ 162,42) – depois do uso, ela pode ser recolhida para dentro de uma caixa de MDF apoiada em mão francesas dobráveis.

Esconderijo para o colchão de hóspedes

Para seu home office, a designer de interiores cuiabana Elvira Monteiro mandou fazer uma bancada em L (Osmar Meloqueiro). Aproveitando as medidas do lado maior (2 x 0,60 x 0,70 m), ela embutiu na peça um nicho para abrigar um colchão de solteiro. “É uma boa para quem recebe visitas esporadicamente. Afinal, não há necessidade de ter uma cama sem uso sempre montada. E o mesmo pode ser feito no fundo de um guarda-roupa – nesse caso,  o colchão poderia ficar  em pé”, aponta. A limpeza deve ser feita com um pano  e um cabo de vassoura.

Boas sacadas na bancada

Desenhada pelos arquitetos Cláudio Helzel  e Vivian Tonglet, de São Paulo, esta pia de banheiro reúne várias ideias incríveis: o nicho lateral do gabinete (Marcenaria Monte Cristo) embute revisteiro e papeleiras; recortes na frente do móvel servem como puxadores das gavetas – a maior (à esq.) é usada para acomodar roupa suja – e, para completar, um prolongamento do tampo de mármore avança por  trás do vaso (à dir.) , formando uma prateleira.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s