Quarto de casal com closet e canto para trabalho

Este ambiente surpreende não só pelo aconchego mas também pelas soluções, que tiram o melhor proveito da área

O quarto é um dos locais da casa onde passamos mais horas ao dia. E adquire maior relevância quando o espaço ganha um pequeno escritório. Tudo tem de estar em ordem, e deve existir conforto tanto para os períodos de relaxamento como para os de trabalho, mesmo que as medidas do ambiente sejam enxutas. Desafio definido, a equipe de MINHA CASA pôs em prática o projeto feito com a consultoria do arquiteto paulista Gustavo Calazans e as ideias da repórter visual Isabella Mendonça. “Usamos truques como portas de correr no closet, cama com baú, espelho para ampliar visualmente a área, mesa de vidro com um único pé e prateleiras flutuantes para objetos decorativos e utilidades”, conta Gustavo.

 (Luis Gomes/Minha Casa)

O closet tem módulos encaixáveis, fáceis de montar e desmontar
º O armário foi projetado em um dente de 1,45 x 0,60 m na alvenaria, entre a porta de entrada da suíte e a do banheiro. Um trilho embutido no chão e outro instalado na viga superior permitiram usar portas de correr, feitas sob medida.

 (Luis Gomes/Minha Casa)

º Três trilhos de aço estruturais (2 m de altura), fixados verticalmente na parede do fundo, suportam os componentes internos do guarda-roupa. Cestos, cabideiros, prateleiras e sapateiras podem, assim, ser trocados de lugar facilmente.
º “Do total do espaço neste projeto, 60% foi destinado à mulher, que normalmente tem mais roupas e sapatos que o homem”, justifica Isabella.

 (Luis Gomes/Minha Casa)

º Dentro do closet, não se previu nenhum ponto de luz, porque a iluminação geral é suficiente. Há, no entanto, opções para quem quiser clarear melhor o vão, de acordo com o arquiteto: “Sugiro lâmpadas dicroicas de led”. Ele explica que, apesar de as halógenas terem melhor reprodução de cor, esquentam e são ecologicamente incorretas, já que consomem muita energia elétrica.
º Laminado de madeira clara cobre todo o piso.
Ideias para conquistar mais espaço

 (Luis Gomes/Minha Casa)

º A cama box com baú guarda lençóis, mantas, travesseiros e toalhas. O closet fica reservado às roupas dos moradores.
º Em uma das pontas, um cavalete apoia o tampo da mesa de trabalho – na outra, suportes do tipo bico de tucano prendem o vidro na parede. Esse recurso liberou a área inferior para uma mesinha de centro com função de criado-mudo. Outra opção seria usar um gaveteiro.
º A circulação melhora com portas de correr no closet.
º O espelho foi parar na parede da janela por falta de lugar no armário, mas colabora para a ampliação visual do quarto. Como fica atrás de uma porta, um protetor de silicone na maçaneta evita acidentes quando da abertura.
Diversidade de cores ajuda a combinar

 (Arte/Minha Casa)

º Produzido sob encomenda, o tapete pautou a decoração. “Elegemos alguns dos tons da trama para serem os dominantes no quarto”, diz Gustavo.
º Vermelho, azul, verde e o rosa da parede se destacam. Se o morador enjoar, é só trocar os objetos por outros de cores que estejam presentes no tapete!
Você escolhe o cantinho que deseja iluminar

 (Luis Gomes/Minha Casa)

º Luminárias flexíveis com clipe servem à área de trabalho e à cama ao mesmo tempo. Elas foram presas na prateleira que acompanha a cabeceira.
º Toda a fiação está embutida atrás do painel de madeira. “É preciso fazer um vinco na alvenaria para encaixar os fios, o que evita um volume saliente”, explica Gustavo.

 (Luis Gomes/Minha Casa)

º Sobre o criado-mudo, o pendente branco chama a atenção. A altura da cúpula deve ser ajustada de modo que a pessoa deitada não enxergue o filamento da lâmpada, o que tende a incomodar.
º Piso laminado e painel de pínus com tonalidades próximas formam a base neutra, enquanto a alvenaria recebeu uma coloração escura, porém quente. A maior área coberta de tinta é aquela acima da cabeceira. “O tom poderia cansar os moradores se fosse aplicado em toda a superfície em frente à cama”, destaca o arquiteto.
º Para a montagem do painel, foram usadas dez tábuas de 3 m de comprimento e 0,30 m de largura. Cada peça foi fixada com pregos. Já as prateleiras suspensas levam suportes invisíveis.

 (Luis Gomes/Minha Casa)

º Leds dão charme às prateleiras. Vêm em fitas adesivas, que, colocadas na parede, produzem iluminação de destaque.
º A fita IP 20, da Lâmpadas Golden, tem 120 leds por metro, que devem ser alimentados por uma fonte (também chamada drive) com 2 A de corrente, 48 w de potência e 24 v de tensão.
º O fio na ponta da fita precisa se unir ao borne – plaquinha que fará a conexão dele com a fonte, que vai na tomada. Você precisará ocultar a fiação de alguma forma – aqui, ela corre sobre a prateleira até chegar à rede elétrica. Caso não tenha um ponto de energia em local semelhante, conduza o fio pela quina das paredes e pinte-o da cor da superfície.
º Fonte e borne são vendidos à parte. Para não errar na escolha, consulte um eletricista.                                                                                Aproveitamento total

 (Ilustração Alice Campoy/Minha Casa)

º A posição da cama determinou a distribuição do quarto, deixando uma faixa de circulação de 63 cm nas laterais e 48 cm até o armário, cujas portas de correr não pedem espaço ao abrir.

Veja também
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s