Telhado de prédio se transforma em terraço com chuveirão

Quando o cinza do telhado foi embora, a laje de cobertura se transformou em um espaço sob medida para os dias ensolarados

O telhado de fibrocimento não cumpria mais a função de proteger contra a chuva: o teto do cômodo logo abaixo já dava mostra de infiltração. A arquiteta e moradora Josanda Ferreira resolveu radicalizar: “Tiramos as telhas, fizemos o contrapiso e impermeabilizamos”, conta. Mais que solucionar o problema de umidade, a obra, executada dois anos atrás, permitiu que seu apartamento, no último andar, finalmente usufruísse da área aberta de 40 m² a que tem direito. Pelas normas da prefeitura, Josanda só não podia cobrir nenhuma parte do terraço, o que aumentaria a metragem construída. Do ponto de vista da segurança, também havia sinal verde: um engenheiro atestou que as mudanças pretendidas (colocação de deque de madeira, móveis, vasos e chuveirão) não requeriam reforço estrutural. Agora, uma escada, vinda da sala de TV, dá acesso ao novo ambiente, feito para receber e – por que não? – impressionar as visitas.

Em função de uma viga, o espaço divide-se em dois patamares

 

O terraço possui um trecho 30 cm mais elevado, resultado de uma modificação estrutural: uma viga que cortava o teto do ambiente inferior foi invertida, passando a se projetar acima da laje. “A intenção foi liberar o pé-direito da sala de TV, embaixo, para que ela ganhasse espaço visualmente”, explica a arquiteta Josanda Ferreira. Com isso, a arquiteta criou uma plataforma que oculta a viga e atua como solário. Já existente, o ponto de energia elétrica alimenta as lâmpadas das cinco arandelas.Fotos Carlos Piratininga

Foi necessário impermeabilizar a superfície inteira antes de instalar os deques de madeira. Como orienta o serviço de atendimento ao consumidor da Viapol, “lajes externas sofrem variações térmicas e, por isso, se movimentam. Logo, pedem membrana ou manta asfáltica, sistemas que têm flexibilidade e elasticidade para acompanhar suas movimentações”. Sem essas características, os impermeabilizantes de base cimentícia são desaconselhados em uma situação como essa. Fotos Carlos Piratininga

O contrapiso cai levemente em direção ao vaso com a palmeira, sob o qual existe um ralo. Assim, o escoamento da água ocorre por gravidade, abaixo do deque. Todo contrapiso impermeabilizado exige a chamada proteção mecânica, que impede o desgaste por atrito. Aqui, o acabamento de madeira cumpre à perfeição essa tarefa e ainda absorve parte do calor que chegaria à laje. A espécie escolhida foi o cumaru, resistente a fungos, sol e chuva. O deque combina uma área com tábuas e outras duas com módulos quadriculados.  Fotos Carlos Piratininga

Para espantar o calor, em vez da piscininha, há um chuveirão

 

Se fosse para ter uma piscina, ela seria muito pequena e teria pouco uso, por isso Josanda preferiu um chuveirão. Quando o clima esquenta, ele vira a vedete do local. O ponto de água foi puxado da torneira da churrasqueira, no andar inferior. Faixas de porcelanato cobrem o piso e a parede da área. Completam o clima aconchegante os muitos vasos e floreiras que abrigam plantas variadas, como a Phoenix roebelenii, conhecida como palmeira-fênix ou tamareira-de-jardim. De pleno sol, ela se adapta perfeitamente em varandas e locais abertos em geral e pode chegar a 3 m de altura. Fotos Carlos Piratininga

Três ambientes em um

O solário comporta duas chaises, mesa com quatro cadeiras e vasos. Note que essa área acabou dividindo o terraço em três regiões. Um guarda-corpo de vidro temperado de 10 mm deixa ver o horizonte quando se está na área de estar, com sofá e cadeiras. Junto ao chuveirão, há muitos vasos.  Ilustração Alice Campoy

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s