Uma reforma de sonho

Patricia e Antonio Carlos de Paulo faziam questão de uma festa de 15 anos para a filha, Isabella. Mas a menina, inspirada por uma capa de Minhacasa, preferiu trocar o evento pela renovação de seu quarto

“Sou leitora desde o lançamento da revista, porém foi a edição nº 34 (fevereiro/ 2013) que fisgou o coração da minha filha. Ela se apaixonou pelo dormitório romântico da capa e pediu um igual. Então, no aniversário dela, o meu marido e eu desistimos de fazer uma grande festa para presenteá-la com a transformação. Arregaçamos as mangas e cuidamos de tudo: pintamos a escrivaninha, trocamos o estofado da cadeira, costuramos novas capas para as almofadas… Cada detalhe foi pensado com carinho para que o projeto virasse realidade. Depois de dois meses de obra, ganhamos um lindo sorriso de agradecimento e a constatação de que as dicas de Minhacasa podem ser colocadas em prática por todos!”

Cores delicadas e mão na massa para fazer um quarto de revista

❚ A família reproduziu a paleta de tons suaves e doces, bem dosados com o branco, seguindo as dicas da arquiteta Cristiane Dilly, autora do projeto que serviu de ponto de partida. 

❚ No lugar do papel de parede estampado, a escolha recaiu sobre um modelo de poás, mas com a base no mesmo tom de azul. A cor também tinge a escrivaninha, arrematada em um brechó e reformada com tinta esmalte, e o quadro de recados com efeito esponjado. 

❚ Já a nuance rosa marca presença no tecido eleito para revestir a cúpula da luminária, no estofamento da cadeira e em algumas almofadas – os pais se aventuraram inclusive no serviço de tapeçaria. Os arremates não poderiam ser mais românticos: as tachinhas do assento são camufladas com pérolas, e o acabamento do abajur é de passamanaria do tipo pompom. 

❚ Pensando em poder convidar amigas para dormir em casa, Isabella optou por uma bicama. E, claro, o dossel não faltou! A responsável pela costura da peça de voal medindo 9 m foi a avó coruja, Dagmar, que usou a mesma fita de pompons aplicada na luminária. 

❚ A adolescente não abriu mão de uma TV moderna, branca e fininha. Presa com suporte na parede, a tela não ocupa espaço, liberando o tampo do móvel para os estudos.

Fotos: Tomás Rangel

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s